Home / Vida no Canadá / Custo de Vida / Emprego nos EUA – dicas onde morar, trabalhar e como tirar o visto americano

Emprego nos EUA – dicas onde morar, trabalhar e como tirar o visto americano

Assessoria de Imprensa – Pensando nos brasileiros que estão indecisos em relação a emprego nos Estados Unidos – como abrir uma franquia, por exemplo, tirar visto de trabalho, bem como moradias para dividir com famílias, amigos ou morarem sozinhos, confira o guia a seguir, com dicas de residências, empregos e vistos que podem facilitar a decisão de quem está se planejando para viver nos EUA.

Qual cidade escolher para viver no Canadá?

Onde morar nos EUA

Modern Doral

Em Miami, este é um condomínio privado com clube, piscina e salão de eventos. Possui nove modelos de casas: 4 ou 6 quartos, de 332 a 499m², com e garagem para dois carros. Possui arquitetura modernista, lindo paisagismo e lago central com fontes. | Preços: a partir de U$880,000.

Aria on Bay

É um prédio com 647 residências em uma torre de 53 andares, que fica a duas quadras ao norte do Adrienne Arsht Center for the Performing Arts, em Miami. Possui pilares aerodinâmicos, paisagismo contemporâneo, elementos aquáticos e arquitetura impecável. Suas piscinas têm vistas para a Biscayne Bay. De 1 a 4 dormitórios, 76 a 221 m². | Preços: entre U$440,000 e U$680,000.

Highlands

Em North Miami Beach, próximo a Aventura, está o Highlands, projeto boutique dos renomados arquitetos Carlos Ott e Frankel Benayoun, rodeado de área verde, com 2 quartos, fitness center, jacuzzi e piscina. Unidades de 99 a 138 m². | Preços: a partir de U$400,000.

Championsgate

A 15 min. da Disney, o Championsgate, em Orlando, é praticamente uma cidade, em uma área de aproximadamente 40 mil m², com 3 campos de golfe, hotel, 15 restaurantes, escola, supermercado e outros comércios, 3200 casas, todas com piscina. Algumas estão disponíveis para aluguel em curta temporada, de 4 a 9 quartos, entre 200 e 357 m². | Preços: entre US$292,990 para as townhouses (geminadas) e US$406,990 (não geminadas).

Storey Lake

É o condomínio mais próximo aos parques da Disney e dos outlets. O empreendimento apresenta casas townhouses (geminadas) e apartamentos que também podem ser alugados por curtos períodos. Unidades de 178 a 304 m², de 1 a 5 quartos. Piscinas, sendo uma delas de correnteza, academia, restaurante, vôlei de praia, mini golfe, etc. | Preços: de US$284,990 a $409,990.

Emprego nos Estados Unidos: onde trabalhar

Franquias

As alternativas de franquias vão desde negócios menores, como postos de entregas de encomendas, até postos de gasolina ou uma grande rede de fast food, como Burger King, Wendy’s e Subway. Mas para essas marcas maiores existem restrições aos estrangeiros, a prioridade são os residentes ou quem já tem Greencard.

Para os brasileiros, tentamos priorizar marcas menos conhecidas, porém, com potencial. O investimento pode iniciar em torno de US$ 150 mil para pequenos empreendimentos e, facilmente, atingir a cifra de US$ 1 milhão, variando de acordo com o conceito escolhido”, afirma Daniel Ickowicz, diretor comercial e sócio da Elite International Realty.

Para abrir uma franquia, é necessário preencher um formulário de inscrição com dados básicos – caso aprovado, o candidato recebe um kit com informações mais detalhadas sobre o negócio.

Transporte de tripulação

Como exemplo, para realizar com exclusividade o transporte de tripulações de empresas de aviação, como American Airlines, United Airlines e Azul, o investimento necessário gira em torno de US$150,000, que inclui três meses de capital de giro. São 450 aeroportos em potencial. Existe um aplicativo para acompanhamento do franqueado e o negócio pode começar com duas vans e crescer gradativamente.

Lavanderia

O valor a ser desembolsado para abrir uma lavanderia de aproximadamente 175 m², em shoppings com excelentes lojas, é de US$440,000. A receita líquida anual é de US$80,000. O aluguel de US$6,600/mensal inclui taxas, água, lixo, manutenção, ar condicionado, seguro predial. O negócio funciona com quatro empregados e apresenta potencial de aumento nas vendas a cada ano, com a abertura de outros pontos de coleta de roupas.

Trabalho em empresas

Outra maneira de ganhar dinheiro nos Estados Unidos é sendo indicado para trabalhar em uma empresa americana, normalmente pelo mérito excepcional da pessoa. A companhia, certamente, auxiliará nos procedimentos que envolvem a obtenção de vistos e documentação necessária, simplificando o processo de imigração.

Au Pair

Programas como Au Pair são regulamentados pelo governo norte-americano e oferecidos apenas a candidatas do sexo feminino, que tenham entre 18 e 26 anos, com disponibilidade para ficar 12 meses nos Estados Unidos. Elas praticam o inglês e recebem uma remuneração, morando em casas de famílias para cuidar de crianças.

Disney

Trabalhar na Disney é o sonho de muita gente que pode exercer várias atividades dentro de hotéis e parques do complexo, incluindo as áreas de alimentos e bebidas, entretenimento e produtos. O programa é realizado nas férias de verão do Brasil e alguns dos pré-requisitos são ter no mínimo 18 anos de idade e inglês fluente.

Como conseguir Visto de Trabalho nos EUA

O investidor que fizer aporte financeiro de US$ 500 mil a US$ 1 milhão em projetos pré-aprovados pelo governo norte-americano, ou para o desenvolvimento da própria empresa nos Estados Unidos, com demonstração da origem lícita dos fundos, recebe autorização de residência para ele mesmo, cônjuge e os filhos solteiros menores de 21 anos e, em cerca de 18 meses, pode obter o Greencard provisório para todos.

Depois de dois anos com este documento inicial, pode pedir o definitivo, que leva em média um ano para ser aprovado, após análise de viabilidade do empreendimento, de que realmente está saindo do papel.

O visto para esse perfil é o EB-5, que exige a criação de, pelo menos, dez empregos para cidadãos norte-americanos, residentes permanentes legais ou imigrantes autorizados a trabalhar no país. É válido por dois anos e ao final do período só é renovado. O investidor não tem qualquer ligação ou obrigação com o negócio que foi gerado com seu investimento.

Empresas de médio porte e multinacionais de diversos lugares do mundo, com faturamento anual de, no mínimo, US$ 1 milhão e que desejam operar nos Estados Unidos, com permissão para que os executivos estrangeiros administrem a empresa americana, necessitam do visto L-1, que pode ser renovado após dois anos.

O processo para a obtenção do visto L-1 tem duas fases: uma que se inicia nos Estados Unidos com a Imigração, e a segunda em um Consulado/Embaixada americana no Brasil ou ainda diretamente nos Estados Unidos, caso o imigrante esteja residindo lá.

O visto E-2 é derivado de tratados comerciais e não é aplicável a brasileiros, porque só países que fazem parte da lista de países do Tratado de Comércio com os Estados Unidos podem obtê-lo. O visto viabiliza que os cidadãos invistam US$ 150 mil e recebam o direito de ir trabalhar lá em negócios como postos de gasolina, restaurantes, lojas e franquias.

O Brasil não faz parte do tratado. No entanto, países como Itália, Japão, Alemanha, Polônia e outros, cujos nativos contribuíram para povoar nosso País, estão na lista. Como existem muitos brasileiros que são segunda ou terceira geração de cidadãos europeus, esses podem adquirir a cidadania europeia e requisitar o E-2 como europeus.

Para solicitar visto de turista, basta seguir este passo-a-passo: http://1.usa.gov/235E7yM.

Já os estudantes que irão estudar em tempo integral nos Estados Unidos precisam solicitar o visto F-1 ou o M-1. Caso tenham cônjuges e filhos, estes, respectivamente, receberão um visto F-2 ou M-2. Como intercambista, “Exchange Visitor”, o estudante receberá o visto J-1.

Para quem está pensando em viver nos Estados Unidos, o blog Colagem, tem várias dicas e esclarece as principais dúvidas de quem planeja morar nos EUA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*